Jovem morto após tentar impedir assalto em ônibus é enterrado em Sumaré

Marcela Gomes
Marcela Gomes
Jornalista há 14 anos, advogada e mãe do Nietzsche, o cão, não o filósofo.
Jovem morto após tentar impedir assalto em ônibus é enterrado em Sumaré
Imagem: arquivo pessoal

O corpo de Felipe Leandro, 27 anos, foi sepultado no cemitério da saudade, em Sumaré. O enterro foi por volta das 16h30. O jovem foi morto na noite deste domingo, 31, após tentar impedir um assalto a um ônibus do transporte coletivo.

O pai dele, Lucimar Leandro, conversou com exclusividade com a equipe da Thathi Record e relatou que o filho tinha coração muito bom e que tentou ajudar quando viu o assalto. O crime aconteceu dentro do transporte intermunicipal da linha 637 (Campinas x Picerno) na noite deste domingo, 31.

Segundo o boletim de ocorrência, o criminoso teria entrado no veículo na altura da estação de transferência da avenida Lix Da Cunha em Campinas, próxima a Rodovia Anhanguera. Ao entrar no veículo o homem armado com uma faca sentou-se atrás do motorista aguardando o momento ideal para o ataque.

O jovem Felipe Leandro, 27 anos, junto com o pai, Lucimar (Arquivo pessoal)

O assalto foi anunciado minutos depois já na divida das cidades de Campinas e Sumaré. Felipe Leandro de 27 anos que estava dentro do ônibus tentou impedir o assalto e foi atingido por dois golpes de faca. Um atingiu a vítima na altura do tórax e outro a perna. Ele chegou a ser levado para a UPA Matão, mas não resistiu aos ferimentos.

Depois do crime, o suspeito desceu do ônibus e fugiu levando R$250,00 transporte intermunicipal. Ele ainda não foi identificado e a polícia civil segue investigando o caso. Em nota, a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) lamentou a ocorrência e disse que está colaborando com as investigações policiais.

COMPARTILHAR:

Participe do grupo e receba as principais notícias de Campinas e região na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

NOTICIAS RELACIONADAS