Brasil deixa top 3 em ranking de melhores aeroportos do mundo; Brasília conquista 5º lugar

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O Brasil perdeu posições e não tem mais aeroportos entre os três melhores do mundo, de acordo com o ranking feito pela AirHelp, empresa voltada para os direitos dos passageiros e indenizações de voos.

O aeroporto de Recife despencou da segunda para a 14ª colocação da lista, com a pontuação baixando de 8,49 para 8,20. Em 2023, o local só ficou atrás de Mascate, em Omã, enquanto em 2022 o aeroporto de Recife foi superado apenas por Haneda, em Tóquio, no Japão (veja o ranking abaixo).

A instalação na capital pernambucana perdeu pontos em todos os itens avaliados no ranking: pontualidade (de 8,5 para 8,2), opinião do cliente (de 8,4 para 8,3) e alimentação e lojas (de 8,7 para 8,1), o que resultou na média de 8,2 pontos.

Com a queda de Recife, o aeroporto brasileiro melhor ranqueado passa a ser o de Brasília, que obteve 8,32 pontos (8,6 para pontualidade; 8 para opinião do cliente e 7,9 para alimentação e lojas) e está em quinto lugar.

O outro aeroporto brasileiro que figura entre os dez melhores do mundo é Belém, nono lugar com 8,26 pontos, que acabou sendo o vencedor mundial na categoria dos aeroportos que recebem até 50 mil voos por ano.

A performance representa uma piora na avaliação, pois o país tinha quatro aeroportos entre os dez melhores em 2023: Recife (2°), Brasília (4°), Belém (7°) e Belo Horizonte-Confins (8º). O Brasil também tinha quatro entre os dez melhores em 2022: Recife (2º), Viracopos (4º), Belo Horizonte-Confins (6°) e São Paulo-Congonhas (7º).

“Neste ano o Brasil registrou menos destaques no ranking em relação aos levantamentos anteriores, com apenas dois aeroportos entre os 10 melhores do mundo. Os aeroportos de Brasília e Belém mantiveram-se nas primeiras posições com boas avaliações, especialmente em relação à pontualidade dos voos”, avalia Luciano Barreto, diretor-geral da AirHelp no Brasil.

A liderança neste ano ficou com o aeroporto de Hamad, em Doha, no Qatar, que teve média de 8,52 pontos. A segunda colocação ficou com Cidade do Cabo, na África do Sul, seguida por dois aeroportos japoneses: Nagoya e Osaka.

Veja abaixo a relação dos dez melhores colocados e os brasileiros que estão entre os 50 melhores do ranking da AirHelp

Posição

Aeroporto (país)

Pontuação média

Hamad, em Doha (Qatar)

8,52

Cidade do Cabo (África do Sul)

8,50

Chubu Centrair, em Nagoya (Japão)

8,49

Osaka (Japão)

8,46

Brasília (Brasil)

8,32

O.R. Tambo, em Joanesburgo (África do Sul)

8,29

Mascate (Omã)

8,28

Salt Lake City (EUA)

8,28

Belém (Brasil)

8,26

10°

Narita, em Tóquio (Japão)

8,24

14°

Recife (Brasil)

8,20

19°

Confins, em Belo Horizonte (Brasil)

8,13

26º

Porto Alegre (Brasil)

8,06

40°

Santos Dumont, no Rio de Janeiro (Brasil)

7,97

46°

Curitiba (Brasil)

7,93

Fonte: AirHelp Score

FERNANDO NARAZAKI / Folhapress

COMPARTILHAR:

Participe do grupo e receba as principais notícias de Campinas e região na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

NOTICIAS RELACIONADAS