Flamengo vacila, empata com Cuiabá, mas permanece na liderança na rodada

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – Flamengo e Cuiabá fizeram jogo complicado e ficaram no empate por 1 a 1, na noite deste sábado (6), no Maracanã. A partida foi válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O líder da competição tem um tropeço importante dentro de casa.

O resultado mantém o Fla na ponta, com 31 pontos. O rubro-negro não pode ser ultrapassado nessa rodada por Palmeiras ou Botafogo, que só conseguem diminuir a diferença para um ponto, já que tem 27. O Cuiabá fica em 15º, podendo entrar no Z4 dependendo de outros resultados.

Pedro chegou aos sete gols no Brasileirão e é o artilheiro. Foi o 25º dele em jogos oficiais em 2024 e o 130º com a camisa do Flamengo. Derik Lacerda marcou para o Cuiabá.

O Fla volta a jogar na quinta-feira, quando recebe o Fortaleza em casa. A partida será às 20h (de Brasília). O Cuiabá só entra em campo novamente no sábado, dia 13, contra o Bahia em Salvador, às 16h (de Brasília).

Bruno Henrique preocupa o Flamengo. O atacante sofreu uma entorse no tornozelo direito, iniciou tratamento no vestiário e passará por exames ainda na noite deste sábado.

Gabigol continua afastado dos jogos do Flamengo. O atacante treina ao lado dos demais jogadores no CT, mas ainda ficará fora das partidas por determinação da diretoria. A janela abre no dia 10.

Como foi o jogo

O Flamengo não fez um bom primeiro tempo. Depois de um início promissor com três chances em sequência, o time não conseguiu fazer a posse de bola se converter perigo constante. Os problemas prevaleceram na construção de jogadas e as decisões do árbitro Rodrigo Jose Pereira de Lima começaram a irritar time e torcida. A melhor chance foi acontecer somente na reta final e a arquibancada ia ficando mais impaciente. Tite ainda ganhou um problema ao perder Bruno Henrique, que sentiu o tornozelo e precisou sair.

O Cuiabá foi eficiente. O gol no primeiro ataque com pane geral na defesa rubro-negra deu mais confiança ao time, mas outras oportunidades foram mais escassas. Mesmo assim, foi dos visitantes a chance mais clara fora o gol. O time se aproveitou dos erros do Flamengo para esfriar a partida e tentar se arriscar na frente vez ou outra.

A qualidade de Pedro tirou o Flamengo do sufoco. Tite desfez a dupla de volantes no segundo tempo e partiu para outro esquema. Com os jovens Lorran, que entrou na vaga de BH, e Werton, acionado no intervalo, ele tentou mudar a dinâmica do Fla na partida – e conseguiu. O Cuiabá começou a fazer cera para desacelerar o início promissor dos donos da casa, mas não freou o artilheiro Pedro, que deixou tudo igual.

O jogo ficou disputado. O Flamengo arriscava de todos os jeitos e mantinha a posse. O Cuiabá emplacava alguns contra-ataques para tentar sair do Maracanã com os três pontos. A impaciência da torcida com a demora dos visitantes continuou e os jogadores também reclamaram. Tite surpreendeu e tirou do campo os dois jovens que havia acionado antes, Lorran e Werton. Ambos deixaram o campo visivelmente chateados. No fim, nenhum gol a mais para os dois lados.

Lances importantes

Boa chegada. Aos dois minutos do primeiro tempo, o Flamengo chegou três vezes. Primeiro, Gerson bateu colocado e Walter fez bela defesa. Na sobra, Bruno Henrique tentou e o goleiro precisou intervir de novo. Na terceira tentativa, Pedro dominou com o peito, mas a defesa fez o corte na hora.

0x1. Aos cinco minutos, em vacilo geral do Flamengo, Derik recebeu no meio, carregou sem marcação e chutou. A bola desviou em David Luiz e enganou Rossi.

Chegou perto. Aos 22, Allan tocou para Gerson, que deixou de letra para Ayrton Lucas. O lateral cruzou e a bola ia chegando em Pedro, mas Empereur tocou para escanteio.

Tirou. Aos 28, Allan roubou a bola na defesa, Gerson arrancou e tocou para Pedro. Ele dominou e deu para Pulgar, que tentou devolver de letra. Mas a defesa afastou.

Por cima. Aos 43, o Flamengo teve uma falta na entrada da área. Luiz Araújo foi para a cobrança, mas mandou por cima do travessão sem perigo.

Saiu. Aos 44, o Cuiabá roubou a bola e puxou o contra-ataque. Jonathan Cafu abriu para Rikelme, que ajeitou e chutou colocado, mas mandou por cima.

Perdeu. Aos 46, Derik fez linda jogada no meio e tocou para Isidro Pitta, que saiu cara a cara com Rossi. Ele encobriu o goleiro, mas a bola foi para fora.

Incrível. Aos 48, Luiz Araújo achou um lindo cruzamento para Pedro, que cabeceou para o gol. Walter foi bem e fez a defesa.

Chegou. Aos cinco minutos do segundo tempo, Luiz Araújo recebeu na entrada da área e chutou forte para a defesa de Walter. No rebote, Werton tentou, mas mandou cruzado para fora.

Perigo. Aos sete, Pedro foi lançado em profundidade, ganhou de Marllon no corpo, mas Walter fez um paredão na frente e impediu a finalização.

A resposta. Aos 10, Pitta recebeu na direita e tocou para o meio. Fernando Sobral ganhou na dividida com Pulgar e rolou para Ramon, que chutou e parou em Rossi.

1×1. Aos 14, Ayrton Lucas recebeu na esquerda e cruzou para a área. Pedro chegou cabeceando firme e deixou tudo igual.

Longe. Aos 21, Marllon tocou em profundidade para Jonathan Cafu, que abriu para Denílson no meio. Ele chegou batendo, mas isolou uma boa oportunidade.

Espalmou. Aos 32, Gerson arriscou de fora da área e obrigou Walter a fazer boa defesa.

Reclamaram. Aos 40, Gerson achou passe para Ayrton Lucas, que infiltrou na área. Ele tropeçou e caiu. Os jogadores pediram pênalti, mas o árbitro mandou seguir.

FICHA TÉCNICA

Flamengo 1×1 Cuiabá

15ª rodada do Brasileirão

Data e hora: 06 de julho de 2024, às 20h

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Rodrigo Jose Pereira de Lima (FIFA/PE)

Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Eduardo Goncalves da Cruz (MS)

VAR: Marco Aurelio Augusto Fazekas Ferreira (MG)

Cartões amarelos: Pedro (FLA), Ramon, Derik Lacerda (CUI)

Cartões vermelhos: –

Gols: Derik Lacerda, do Cuiabá, aos cinco minutos do primeiro tempo, e Pedro, do Flamengo, aos 14 minutos do segundo tempo.

Flamengo: Rossi; Wesley, Fabrício Bruno, David Luiz e Ayrton Lucas; Allan (Werton (Matheus Gonçalves), Erick Pulgar e Gerson; Luiz Araújo, Bruno Henrique (Lorran (Carlinhos) e Pedro. Técnico: Tite.

Cuiabá: Walter; Rikelme (Bruno Alves), Marllon, Alan Empereur e Ramon; Lucas Mineiro, Denilson (Guilherme Madruga) e Fernando Sobral; Jonathan Cafú (Eliel), Derik Lacerda (Clayson) e Pitta. Técnico: Petit.

LUIZA SÁ / Folhapress

COMPARTILHAR:

Participe do grupo e receba as principais notícias de Campinas e região na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

NOTICIAS RELACIONADAS