Maioria ainda não indica de forma espontânea em quem votar para prefeito, aponta Datafolha

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A maioria dos eleitores de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Recife ainda não sabe em quem votar para prefeito, mostra a pesquisa espontânea do Datafolha, divulgada nesta sexta-feira (5).

No levantamento espontâneo os nomes dos pré-candidatos na disputa não são apresentados ao eleitor.

O deputado federal Guilherme Boulos (PSOL) e o prefeito Ricardo Nunes (MDB), pré-candidatos em SP Marlene Bergamo/ Folhapress e Leon/Secom Montagem com o retrato de dois homens brancos, barba e cabelos castanhos. Neste cenário, em São Paulo, 55% do eleitorado diz não saber em quem votar. O deputado federal Guilherme Boulos (PSOL) tem 14%, também lembrado por 1% como “candidato do PT”, contra 8% do prefeito Ricardo Nunes (MDB), também citado como “o atual prefeito”, com 3%.

No segundo grupo aparecem o ex-coach Pablo Marçal (PRTB), com 3%, o apresentador José Luiz Datena (PSDB) e a deputada federal Tabata Amaral (PSB), com 2%, e o deputado federal Kim Kataguiri (União Brasil), com 1%. Outras respostas somaram 4% e branco, nulo e nenhum são 7%.

O levantamento encomendado pela Folha ouviu 1.092 eleitores na capital paulista de terça (2) a quinta-feira (4). A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número SP-001178/2024. A margem de erro é de 3 pontos percentuais.

No Rio de Janeiro, os eleitores indecisos são 53%. O prefeito Eduardo Paes (PSD) chega a 28% das menções espontâneas, também aparecendo com 1% dos que dizem votar “no atual”. Os deputados federais Alexandre Ramagem (PL) e Tarcísio Motta (PSOL) aparecem com 2% cada. Outras respostas somaram 4%, enquanto branco, nulo e nenhum são 9%.

A pesquisa no Rio, registrada no TSE sob o número RJ-06701/2024, ouviu 840 eleitores de terça (2) a quinta-feira (4). A margem de erro é de 3 pontos percentuais.

O maior percentual de indefinição aparece em Belo Horizonte: 73% dos eleitores dizem não saber em quem votar.

O deputado estadual e apresentador de TV Mauro Tramonte (Republicanos) foi citado por 4%, em empate com o deputado estadual Bruno Engler (PL), o deputado federal Rogério Correia (PT) e o prefeito Fuad Noman, com 3%. Noman também é lembrado por 1% que dizem votar no atual. A deputada federal Duda Salabert tem 2%. Outras respostas somaram 5%, enquanto branco, nulo e nenhum são 7%.

O Datafolha ouviu 616 eleitores de Belo Horizonte de terça (2) a quinta (4) desta semana. O levantamento foi registrado sob o protocolo MG-06755/2024 e a margem de erro é de 4 pontos percentuais.

No Recife, 40% dos eleitores dizem não saber em quem votar. O prefeito João Campos (PSB) tem 39%, também lembrado por 6% que disseram que votar “no atual”. Gilson Machado (PL) tem 2% e o ex-deputado federal Daniel Coelho (PSD), 1%. Outras respostas somaram 5%, enquanto branco, nulo e nenhum são 6%.

O Datafolha entrevistou 616 eleitores no Recife de terça (2) a quinta (4). A margem de erro da pesquisa é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada sob o protocolo PE-09910/2024 e a margem de erro é de 4 pontos percentuais.

GÉSSICA BRANDINO / Folhapress

COMPARTILHAR:

Participe do grupo e receba as principais notícias de Campinas e região na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

NOTICIAS RELACIONADAS