União não planeja orçamento com foco na Amazônia, diz governador do Amapá

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O governador do Amapá, Clécio Luís (Solidariedade), disse que o governo federal não coloca foco na Amazônia ao planejar o orçamento da União. A entrevista foi concedida ao jornal O Globo.

Clécio afirma que prioridade do governo federal são outras regiões antes da Amazônia. “O planejamento do governo federal é feito pensando no Sudeste, no Sul e em partes do Centro-Oeste e do Nordeste. Nunca foi pensando na Amazônia, que é retórica, discurso”, disse.

Segundo governador, maiores investimentos vieram de emendas parlamentares. “Foi o que salvou o Amapá nos últimos cinco anos. Municípios do estado e da Amazônia vivem uma realidade diferente hoje porque estão acessando uma parte mais importante de recursos que antes não conseguíamos”, afirmou Clécio.

Governador criticou “olhar romântico” para a Amazônia. Clécio fez o comentário ao defender a exploração de petróleo na Foz do Amazonas. Para ele, essa exploração é uma “nova chance” para fortalecer a economia do Amapá e uma fonte de recursos para manter indicadores ambientais do estado.

“Não podemos sair da COP-30 com apenas um olhar romântico sobre a Amazônia. Isso é terrível, a COP se transformar numa grande feira de venda de souvenir de produtos indígenas, ribeirinhos. Não pode ser só isso.”, disse Clécio Luís, governador do Amapá.

Brasil será sede da COP-30 em 2025

A cúpula ambiental será realizada em Belém. A escolha da capital paraense para ser a sede da conferência do clima foi feita como um gesto simbólico pelo governo Lula — o Pará é um dos estados que faz parte da Amazônia Brasileira.

Exploração da foz do Amazonas colocou ministros em lados opostos. As discussões ocorrem entre a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, e o ministro Alexandre Silveira, chefe do Ministério de Minas e Energia. Enquanto Marina defende maior preservação da região, Silveira diz que o petróleo ainda é uma fonte energética importante para o Brasil.

Redação / Folhapress

COMPARTILHAR:

Participe do grupo e receba as principais notícias de Campinas e região na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

NOTICIAS RELACIONADAS