Cerveja na sinuca e tiro na nuca: irmãos que armaram emboscada em bar são condenados a 45 e 26 anos de prisão

Segundo entendimento do Plenário do Júri, os condenados agiram por motivo fútil, com meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa

SIRENEPM
Imagem ilustrativa | Foto: Reprodução

O promotor de Justiça Khalil Nicolau obteve, na última terça-feira (2/7), a condenação de dois irmãos que mataram um homem e tentaram matar outro na cidade de Gavião Peixoto, Comarca de Araraquara. Eles responderam também por porte ilegal de arma de fogo. Um dos réus recebeu pena de 45 anos, enquanto para o outro a reprimenda ficou em 26 anos.

As vítimas também eram dois irmãos. Segundo os autos, os réus eram donos de um bar e armaram uma emboscada após a filha de uma das vítimas derrubar um copo de cerveja sobre a mesa de sinuca do estabelecimento. Chegando ao local procurando um dos criminosos, uma das vítimas foi esfaqueada pelas costas.

Seu irmão, que estava na calçada do bar, recebeu um tiro na nuca, disparado pelo outro réu. Já caído, ele continuou sendo golpeado com faca no rosto, pescoço e peito. Um dos donos do bar ainda tentou atirar no homem que recebeu a facada nas costas, mas a arma falhou e a vítima conseguiu fugir.

Segundo entendimento do Plenário do Júri, os condenados agiram por motivo fútil, com meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa. Eles chegaram a fugir para o Estado de Minas Gerais, mas acabaram presos e não poderão recorrer em liberdade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui