Motorista de ônibus é morto por passageiro na zona leste de SP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O motorista de um ônibus do transporte público de São Paulo foi morto a tiros na noite deste domingo (7), na Vila Jurema, zona leste da capital, após discutir com um passageiro.

A discussão começou depois que o motorista, de 26 anos, se recusou a parar o veículo fora do ponto oficial para o passageiro descer, de acordo com a SSP (Secretaria da Segurança Pública).

Após ser baleado, o motorista perdeu o controle da direção e o ônibus bateu no portão e no muro de uma casa, na rua Visconde de Aljezur.

Segundo uma passageira, o criminoso pediu ao motorista que parasse fora do ponto e, ao ter a solicitação negada, baleou a vítima na cabeça, e fugiu na sequência.

O motorista foi socorrido ao Hospital Santa Marcelina, mas não resistiu.

O caso aconteceu em um ônibus da empresa Transunião, que operava a linha 2007/10 – Cid Kemel II – CPTM Itaim Paulista.

Em nota, a SPTrans lamentou o assassinato do motorista, definindo o crime como um “injustificável ato de violência”.

“A gestora do transporte municipal está à disposição das autoridades policiais para auxiliar no que estiver ao seu alcance no decorrer das investigações”, diz a nota.

Exames periciais foram solicitados ao Instituto de Criminalística e IML (Instituto Médico Legal). O caso foi registrado como homicídio e colisão no 50º DP (Itaim Paulista), que segue com as investigações. Diligências são realizadas para identificar e prender o autor.

CRISTINA CAMARGO E FRANCISCO LIMA NETO / Folhapress

COMPARTILHAR:

Participe do grupo e receba as principais notícias de Campinas e região na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

NOTICIAS RELACIONADAS