Não consegue se colocar no lugar do outro, diz Vladimir Brichta sobre Tomás de ‘Pedaço de Mim’

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – O convite do diretor Maurício Farias já foi um atrativo para Vladimir Brichta aceitar a participar da série “Pedaço de Mim”, da Netflix. O ator também ficou tentado pela história de Angela Chaves e, claro, pelo personagem. Mas a experiência de trabalhar no streaming pesou na decisão.

“Nunca tinha feito. Estou estreando -e saber que a produção irá passar no mundo inteiro e o seu trabalho será assistido por milhões de pessoas é tudo que um ator almeja e festeja”, afirma.

Brichta definiu o seu personagem, Tomás, como um “homem egoísta” no melodrama recém-lançado pela Netflix, com 17 episódios. O ator interpreta um advogado casado com uma terapeuta chamada Liana (Juliana Paes), que sonha em ser mãe.

Por causa de uma traição e de uma noite de diversão para esquecer a tristeza, ela tem uma relação não consensual com o irmão de uma amiga, Oscar (Felipe Abib), e meses depois descobre estar grávida de gêmeos: uma criança é do marido e a outra é do homem que a violentou.

“Tomás é duro, machista e não aceita que ela tenha sido vítima de um abuso. É óbvio que ele tem uma dor, mas ele não consegue se colocar no lugar do outro”, diz Brichta. “Tudo que foge do controle dele, ele dá chilique, ele quebra, ameaça. Mas, ao mesmo tempo, quer uma vida com aquela mulher, ele ama meio errado, mas ama. É um errante.”

Ele continuou na avaliação do seu personagem. “O Tomás quer se vingar e tem uma hora que ele manipula e forja uma realidade. Sabemos que isso não pode dar certo”, pontua ainda analisando o personagem. “É um homem cheio de curvas. Levei um tempo para entendê-lo”.

Também intérprete do coronel Egídio de “Renascer”, novela das 21h na Globo, o ator que afirmou estar adorando esse momento da categoria, com várias opções para expor seu trabalho. “Sou ator e estou na Globo, estou na Netflix, que gravei antes, e possa estar em um grupo de teatro daqui a pouco. Enfim. A gente é plural e isso de você poder transitar, estar num lugar, mas não ser só aquilo, eu acho o maior barato”, avaliou.

O ator também falou da experiência de contracenar em “Pedaço de Mim” com seu enteando Felipe Ricca, filho de sua mulher, Adriana Esteves, com Marco Ricca. Ele lembrou a sensação de torcer por alguém a medida que rapaz foi passando nos testes. “Quando Felipe soube que o personagem era dele, eu quis logo saber quanto a gente trocaria nas cenas. Não temos muitas. Infelizmente”, disse.

Por fim, ele fez elogios ao jovem ator. “Felipe é muito talentoso. Tem pouca experiência [é a estreia dele no audiovisual] e vai achar o caminho dele. Se ele chegar e eu achar que eu posso, a gente troca, mas deixei e deixo ele muita à vontade”, disse.

ANA CORA LIMA / Folhapress

COMPARTILHAR:

Participe do grupo e receba as principais notícias de Campinas e região na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

NOTICIAS RELACIONADAS