‘Pacaembu Mercado Livre’: concessionária tem negociação avançada pela venda dos naming rights do estádio municipal 

Projeção gráfica do Pacaembu após reformas / Divulgação Allegra Pacaembu

A Allegra Pacaembu, empresa responsável por administrar o estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, tem negociação avançada pela venda dos naming rights do local para o “Mercado Livre”, empresa de tecnologia que oferece soluções de comércio eletrônico para que pessoas possam comprar, vender e anunciar produtos por meio da internet.

De acordo com a informação da reportagem da Novabrasil, a quantia financeira ainda está em fase de estudo, mas poderá ser proporcionalmente superior aos contratos estabelecidos pelos clubes da capital paulista.

O valor dos naming rights negociados pelo Corinthians (Neo Química Arena) e Palmeiras (Allianz Parque) foi de R$ 300 milhões por 20 anos, mas o Timão fechou o contrato em 2020, sete anos depois do vínculo firmado pela arena palmeirense. Dessa forma, os R$ 300 milhões do Palmeiras já tinham sido corrigidos para R$ 440 milhões. Em dezembro de 2023, o São Paulo fechou acordo do MorumBIS. A negociação do Tricolor e a empresa Mondelez fica entre R$ 25 e R$ 30 milhões anuais por três anos.

A Allegra assumiu o controle do Estádio do Pacaembu em 25 de janeiro de 2020. As obras começaram em junho de 2021. O contrato prevê 35 anos de concessão pública, com investimento de R$ 500 milhões. A reinauguração do estádio está prevista para julho de 2024.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember meLost your password?

Lost Password