Preservação de estações ferroviárias avança em Ribeirão Preto

O Convention & Visitors Bureau, uma organização ligada ao turismo, deu o primeiro passo para implantação dos projetos Trem Turístico e Museu Ferroviário que devem ocupar as estações de trem Barracão e Mogiana, em Ribeirão Preto.

De acordo com o vice-presidente da instituição, Márcio Santigo, o avanço foi possível graças à resposta favorável para ocupação dos espaços e uso das locomotivas dada pelo DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte), atual proprietário das composições.

A proposta é fomentar o turismo com passeios temáticos e visitas históricas em um dos locais onde chegaram os imigrantes que vieram a Ribeirão Preto no início do século 20.

Além disso, também está prevista a restauração de oito quilômetros de trilho e a reforma dos espaços desativados e tombados pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo). “Toda a documentação contratual necessária já está sendo encaminhada. Agora, vamos no habilitar a seguir com o projeto”, afirma Márcio.

Outro passo a ser seguido pelos membros da organização é a arrecadação de uma verba avaliada em R$ 5 milhões que deveria ter sido repassada pelo Ministério do Turismo em 2017. “Na época não conseguimos o dinheiro por uma série de contratempos envolvendo a prefeitura. Após o período eleitoral, vamos recuperá-lo”, explica.

Em dezembro do ano passado, Ribeirão Preto correu o risco de perder uma das locomotivas estacionadas na estação da avenida Mogiana. O maquinário chegou a ser colocado em um caminhão que seguiria para Salto (SP). O trâmite foi interrompido após a Polícia Federal apresentar uma liminar concedida pela justiça.

A Maria Fumaça estacionada na Praça Francisco Schimdt, no centro da cidade, não faz parte do projeto pois pertence à prefeitura.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember meLost your password?

Lost Password